É indiscutível que elas vieram para ficar, mesmo que você mais purista achem que não é bem assim.

As câmeras mirrorless ganham cada vez mais espaço nas prateleiras das lojas e planos dos fabricantes.

E é claro que em 2018 também temos uma lista com as melhores câmeras mirrorless de 2018.

Temos desde câmeras baratinhas para iniciantes até coisas mais caras destinadas para o público profissional.

Claro que se você precisa apenas de uma câmara funcional e não precisa estar antenado com todas as novidades no mercado uma boa DSLR pode ser solução para você, veja aqui as melhores DSLR de 2018.

Mas é claro que quem não se atualiza neste mercado de revoluções tão pode ficar para trás, então talvez a migração para uma câmera mirrorless seja apenas questão de tempo pra você

Segue a lista aqui que você vai estar bem servido em qualquer situação. E como nem todos os equipamentos aqui listados são encontrados no Brasil alguns links são para sites em inglês.

As melhores câmeras mirrorless de 2018

Nikon Z6

Definitivamente uma grande surpresa para o mercado, a Nikon lançando câmeras mirrorless de qualidade, e por falta de 1 lançou logo 2  a Nikon Z6 e Nikon Z7.

Não é apenas o lançamento de uma nova câmera para Nikon mas sim o lançamento de um sistema completamente novo, mas mesmo assim compatível com o que já existe de lentes no mercado,

Com o lançamento destas duas câmeras a Nikon traz para o mercado a sua nova flange, região de encaixe das lentes.

E com isto abre de vez a competição entre as câmeras Full frame mirrorless que até então era mercado dominado pela Sony.

Nikon Z6

Tipo: mirrorless
Sensor: Full frame CMOS
Megapixels: 24,5 MP
Monitor: EVF, 3.690k pontos, 100% de cobertura
Velocidade de disparo contínuo: 12fps
Visor: EVF | Resolução máxima de vídeo: 4K UHD a 30p
Lançamento: Setembro / 2018

A Nikon Z6 é uma ótima opção para quem já é dono de uma coleção de lentes da mesma marca.

Isso porque você pode usar suas lentes Nikon na nova flange da marca usando um adaptador.

Esta câmera tem uma qualidade de imagem excelente, mesmo em ISO mais alto.

Grava vídeos, full frame, em 4K, ou seja, ela realmente usa todo o tamanho do sensor na hora de fazer videos.

Tem um bom buffer para as horas de disparo contínuo, não tem uma bateria das maiores, cerca de 310 fotos por carga.

Coisas como estabilização de imagem no sensor estão presente e são novidades para quem usa Nikon.

Apesar de ter menos megapixels que a Z7 a Z6 é muito mais versátil e custa ⅓ do preço de sua irmã mais “rica”.

Pra quem é a Z6?

Esta é a grande pergunta. Acredito que todos que estão começando na fotografia e tiverem esta câmera a disposição não vão se arrepender.

Ao mesmo tempo se você já é usuário de câmeras Nikon você vai se sentir totalmente em casa usando uma Z6.

Independente do nível que  você encontra hoje tanto a Z6 quanto a Z7 são ótimas opções.

São câmeras 5 estrelas e vão dar muito o que falar ainda e definitivamente estão dentre as melhores câmeras mirrorless de 2018

Pra dar uma chance a esta menina você pode comprar ela neste link aqui.

Fujifilm X-T3

Um dos lançamentos mais esperados por muita gente, eu na panela também, a Fujifilm Xt-3 chega ao mercado e passa de ano direto.

Digo passa de ano direto por que tem que procurar muito pra achar os defeitos desta moça, e pra muita gente ele não vão chegar a ser defeitos tão grandes assim.

Fujifilm X-T3

Tipo: mirrorless
Sensor: APS-C
Megapixels: 26.1MP
Monitor: EVF, 3.690k pontos, 100% de cobertura
Velocidade de disparo contínuo: 11 fps
Visor: EVF
Resolução máxima de vídeo: 4K
Lançamento: Setembro / 2018

Com um belo sensor de 26,1 Mp a XT-3 tem tudo para ser a queridinha de quem gosta de fotografia de rua.

Pois tem ótima resolução e qualidade de imagem e com toda o estilo das cores da Fuji fica difícil não se apaixonar por esta câmara.

A qualidade de gravação de vídeos também é um conto a parte, principalmente para uma câmera deste valor.

Ela é capaz de gravar vídeos em 4K com 60 FPS, coisa que poucas fazem. Temos também um ótimo autofoco com cobertura de 100% do sensor.

A única coisa que me deixa um pouco triste é não ver nesta câmera a estabilização de 5 eixos no sensor, mas por este preço não dá pra pedir milagre.

Pra quem é a Fujifilm Xt-3

Esta câmera é pra qualquer pessoa seria em trabalho fotográficos que não dependa de um sensor Full Frame.

Quem já é da escola da Xt-2 por exemplo vai ficar extremamente feliz em fazer o upgrade usando este link aqui.

 

Nikon Z7

A câmera que ninguém espera que a Nikon lança-se tão rápido chegou, e chegou junto com a Z6  que falamos acima.

A Nikon Z7 praticamente dispensa comentários, afinal ela é uma Z6 bombada. Mas com uma missão diferente.

A missão da Z7 é fazer frente para a Sony A7RIII, que é o monstro dos megapixels da Sony.

Porém esta frente só para nas especificações pois os preços são bem diferentes.

A Nikon Z7 é uma ótima câmera, mas pelo preço ela deveria entregar um pouco mais do que a estabilização de 5 eixos no sensor e os 493 pontos de autofoco.

Nikon Z7

Tipo: mirrorless
Sensor: Full frame CMOS
Megapixels: 45.7MP
Monitor:EVF, 3.690k pontos, 100% de cobertura
Velocidade de disparo contínuo: 9 fps
Visor: EVF
Resolução máxima de vídeo: 4K UHD a 30 fps
Lançamento: Setembro / 2018

Pra quem é a Nikon Z7?

Um pouco mais específica que sua irmã menos, a Nikon Z6, a Z7 é pra quem tem grana sobrando.

Embora seja uma ótima câmera, com todos as coisas boas da Z6 e um pouco mais, o preço elevado pode ser um problema para a maioria, fora isso, quem tiver a felicidade de ser dono de uma belezinha dessas não terá problema em fotos e vídeos.

Pra ver quanto ela custa só clicar aqui.

Canon EOS R

Parece até brincadeira né, basta a Nikon lançar um ótima câmera, a Z6, para Canon ir lá e continuar com a briga lançando outra ótima câmera a EOS R.

Com um sistema de autofoco de dar inveja em muita gente, a EOS R é o que podemos chamar de 5D MKIV mirrorless.

Tem um sensor de 30,3 Mp que produz ótimas imagens.

Conta com grande capacidade de customização de menus, pois existem várias opções que podem ser destinadas a botões de função diferentes.

Ela só peca em um ou dois quesitos. A gravação de vídeos em 4k é cropada, não usa o sensor por completo.

E não tem estabilização de imagem no corpo.

Canon EOS R

Tipo: mirrorless
Sensor: Full frame CMOS
Megapixels: 30,3 MP
Monitor: EVF, 3.69m pontos, 100% de cobertura
Velocidade de disparo contínuo: 8 fps
Visor: EVF
Resolução máxima de vídeo: 4K UHD a 29.97 fps
Lançamento: Setembro / 2018

Pra quem é a Canon EOS R?

Deixando de lado pequenos deslizes no projeto, 4k cropado e falta do IBIS, a Canon EOS R ainda postula dentre as melhores câmeras mirrorless de 2018 pois traz um novo fôlego a uma das líderes do mercado fotográfico.

Contando com a compatibilidade de lentes via adaptadores, e com o grande sistema de autofoco Dual Pixel AF, a EOS R é uma ótima pedida para qualquer um que quer uma ótima câmera.

Se você já usa Canon vale a pena o upgrade, se você não usa saiba que você tem um grande opção neste câmera aqui.

Sony Alpha A7 III

Com certeza a  Sony Alpha A7III foi um dos lançamentos mais comemorados do ano no mundo dos amantes de câmeras mirrorless.

Ela foi um lançamento quase perfeito, até o meio do ano pelo menos, no que se referia a câmeras mirrorless.

Ela conta um ótimo sistema de autofoco funciona perfeitamente para fotos, e nem tanto para vídeos.

Conta com gravação de vídeos em 4k em até 30 fps e de 1080p em até 120 fps.

Ela não ganha a batalha dos megapixels deste ano, mas com certeza é um ótimo equipamento, principalmente pela evolução da marca neste segmento nos últimos 4 anos.

Sony Alpha A7 III

Tipo: mirrorless
Sensor: Exmor R CMOS
Megapixels: 24,2 MP
Monitor:tipo XGA OLED, 2.359.296 pontos
Velocidade de disparo continuo: 10 fps
Visor: 3 em tela sensível ao toque, 921.600 pontos
Resolução máxima de vídeo: 4K UHD a 30 / 24fps
Lançamentos: Fevereiro / 2018

Pela qualidade que a Sony A7 III entrega e pelo preço que ela custa é quase certo que ela divida o primeiro lugar dentre as melhores câmeras mirrorless de 2018 com a Nikon Z6.

Para ver quanto custa a Sony A7III basta clicar aqui.

Panasonic Lumix G9

Está aqui poderia ser a grande câmera de 2018 se não fossem alguns detalhes.

A Lumix G9 impressiona qualquer um que gosta de fotografia de vida selvagem, ou fotografia de esportes, pois ela faz muito bem este trabalho.

Os detalhes que fazem ele um peixe fora d’água são o sensor MFT e o preço.

Mesmo não sendo a câmera mais cara da lista, nem de longe, o preço dela é um problema pois a concorrência é muito grande nesta faixa de preço quando não colocamos na conta o fator “velocidade de disparo”.

Gostaria muito de estar errado, mas é um fato.

Panasonic Lumix G9

Tipo: mirrorless
Sensor: Sensor Micro Four Thirds
Megapixels: 20.3MP
Monitor: EVF, 3.68m pontos e ampliação de 1.66x
Velocidade de disparo contínuo: 60fps
Visor: Ecrã LCD da placa superior iluminado
Resolução máxima de vídeo: 4K
Lançamento: Janeiro / 2018

Se você quiser dar uma chance a esta velocista aqui basta clicar aqui, o preço é bem menor do que você imagina.

Sony A6000

Lançada a mais de 3 anos a Sony A6000 pode parecer hoje “brinquedo de criança”, mas não se engane ela ainda tem muito sangue pra dar.

O custo desta moça com a lente do kit apresenta uma ótima situação para a entrada no mundo da fotografia ou no mundo das câmeras mirrorless.

Ela com com um bom números de fotos em disparo contínuos e pelo preço um ótimo sistema de autofoco.

Sony A6000

Tipo: mirrorless
Sensor: APS-C
Megapixels: 24.3MP
Montagem da lente:Sony E
Monitor: inclinação de 3 polegadas, 921.600 pontos
Velocidade de disparo contínuo: 11 fps
Visor: Eletrônico
Resolução máxima de vídeo:1080p
Lançamento: Fevereiro / 2014

Ela não conta com as mais novas funcionalidades, como tela sensível ao toque, WI FI ou NFC, mas mesmo assim ainda é uma ótima opção para quem quer fazer ótimas fotos.

Se você está procurando uma câmera reserva que vai segurar a onda e não vai quebrar seu banco clica aqui e fique feliz.

 

Olympus OM-D E-M10 Mark III

Apesar de não apresentar tantas mudanças em relação a suas antecessoras a Olympus OM-D E-M10 Mark III é uma ótima opção para quem quer uma câmera que faz tudo certinho.

Talvez a única ressalva sobre esta câmera seja seu sensor de 16,1 que parece pois quando comparamos com os concorrentes mais próximos.

O ponto alto e onde as Olympus se destacam está na estabilização de imagem no sensor, que funciona magicamente bem.

Olympus OM-D E-M10 Mark III

Tipo: mirrorless
Sensor: Micro four thirds
Megapixels: 16.1MP
Montagem de Lente: Micro Quatro Terços
Tela: tela sensível ao toque inclinável de 3 polegadas, 1.037.000 pontos
Visor: Eletrônico
Velocidade máxima de burst: 8.6fps
Resolução máxima de vídeo: 4K
Lançamento: Setembro / 2017

Mesmo eu não sendo um grande fã do sistema MFT tenho que dar o braço a torcer e concordar que é possível usar praticamente qualquer lente com uma câmera assim.

E talvez aí este o diferencial para você querer comprar uma Olympus OM-D E-M10 Mark III

 

Fujifilm X-T20

Sou fã do design meio retrô que a Fuji resolveu usar em seus produtos, mesmo que isto signifique comprometer um pouco a ergonomia.

Quanto a qualidade de imagem não existe muito a dizer sobre a Fuji, pois sempre é algo muito bem e praticamente já esperado quando se compra algo da marca.

Com uma quantidade de imagens em disparo contínuo, capacidade de gravar vídeos em 4k, tela sensível ao toque e inclinável, a X-T20 não é apenas opção para quem gosta de fotografia de rua.

Fujifilm X-T20

Tipo: mirrorless
Sensor: APS-C
Megapixels: 24.3MP
Montagem da lente: Fuji X
Tela: tela sensível ao toque inclinável de 3 polegadas, 1.040.000 pontos
Visor: Eletrônico
Velocidade de disparo contínuo: 8 fps
Resolução máxima de vídeo: 4K
Lançamento: Janeiro / 2017

Preço, qualidade de imagem, design e grande opções em lentes prime fazem com a Fujifilm X-T20 postule em as melhores câmeras mirrorless de 2018. Clique aqui e veja mais.

Fujifilm X-H1

Talvez aqui more a melhor câmera da Fujifilm, pelo meno no seguimento mirrorless. Juntando tudo que deu certo na X-T2 e trazendo melhorias pedidas pelo público a X-H1 é um prato cheio pra quem quer um ótimo equipamento.

Elas não é apenas um ótima câmera para quem quer tirar fotos, mas também para quem quer gravar vídeos, pois a grande primeira investida da marca em desbancar a GH-5 da Panasonic.

Junte o sensor de imagem X-TRANS III de 24.3 Mp com estabilização de imagem no corpo, um processador de imagem rápido, X-Processor Pro, e um sistema de autofoco confiável a X-H1 é uma grande opção de compra.

Fujifilm X-H1

Tipo: mirrorless
Sensor: APS-C
Megapixels: 24.3MP
Montagem da lente: Fuji X
Tela: Sensivel ao toque com vari-ângulo de 3 polegadas, 1.040.000 pontos
Visor:Eletrônico
Velocidade de disparo contínuo: 8 fps (até 14 fps)
Resolução máxima de vídeo: 4K
Lançamento: Fevereiro / 2018

Para muitos ela irá parecer grande para uma câmera mirrorless, pra outros muito cara para uma câmera com sensor APS-C, mas o fato é que a X-H1 foi uma das novidades mais bem recebidas em 2018. Compre a sua aqui.

Sony A9

Considerada por muitos a melhor câmera da Sony, a A9 vem para “cobrir” um buraco que o não precisava ser coberto.

A Sony A9 é muitos gostam de chamar de câmera profissional, uma câmera destinada a fotografia de esporte e vida selvagem, que você pode se embrenhar no mato despreocupado pois a câmera vai continuar funcionando.

E sim ela realmente faz tudo isto, é rápida em disparos contínuos, tem um sistema de autofoco impressionante, um sensor de imagem na medida certa.

Sony A9

Tipo: mirrorless
Sensor: Full frame
Megapixels: 24,2 MP
Montagem da lente: Sony E
Tela: tela sensível ao toque inclinável de 3 polegadas, 1.440.000 pontos
Visor: Eletrônico
Velocidade máxima de disparos: 20 fps
Resolução máxima de vídeo: 4K
Lançamento: Abril / 2017

Mais qual é a pegadinha então?

A primeira é o preço, não é dos mais amigáveis. A segunda é que marca tem poucas opções de lentes destinadas para o seguimento da câmera, esportes e vida selvagem.

Colocado isto de lado a Sony A9 é um primor de equipamento qualquer fotógrafo ficaria feliz em ter uma destas a disposição.

Fujifilm GFX 50S

Estar na vanguarda das coisas não é para qualquer um, e não acontece sempre, e é exatamente o que a Fujifilm tem tentado fazer com o lançamento da GFX 50S que é uma câmera com sensor de formato médio.

Junto com a Hasselblad X1D, a GFX 50S deu início a uma nova geração de câmeras mirrorless que tornam o sistema de formato médio muito mais prático, por conta do tamanho.

A GFX-50s é uma câmera especialista em retratos com alta resolução, por conta do tamanho do sensor e sua resolução.

Qualidade de imagem aqui não é um problema, e para os mais abastados talvez valha o investimento.

Fujifilm GFX 50S

Tipo: mirrorless
Sensor: formato médio
Megapixels: 51.4MP
Montagem da lente: G Mount
Tela: táctil e inclinável de 3,2 polegadas, 2,360,000 pontos
Visor: Eletrônico
Velocidade máxima de rajada: 3 fps
Resolução máxima de vídeo: Full HD
Lançamento: Fevereiro / 2017

A GFX-50s abre as portas de um novo mundo para as câmeras mirrorless e isto talvez seja seu principal diferencial hoje, não é equipamento para qualquer um.

Com custo elevado, pelo menos para maioria a GFX-50s talvez seja sua melhor opção para entrar no mundo das câmeras de formato médio.

Quem aqui usa mirrorless? Tem algo que deixe faltar coloca aqui nos comentários.