Até os melhores fotógrafos têm que começar em algum lugar e muitos passas a vida toda cometendo alguns erros afinal é humanamente impossível passar pela vida ser errar.

E mesmo profissionais, em qualquer área, cometem muitos erros durante suas carreiras, isto é normal e até mesmo desejável.

A melhor coisa que podemos fazer por nós mesmos, em nível profissional e pessoal, é admitir quando cometemos um erro, aprender com suas valiosas lições e seguir em frente.

Quando aceitamos que o fracasso faz parte da vida abrimos uma porta que nos deixa mais livres para crescer, em todos os sentidos.

Para alcançar a felicidade criativa e o sucesso nos negócios, precisamos abandonar algumas das ideias às quais nos apegamos obstinadamente.

As ideias de que tudo tem que ser perfeito, ou de que o momento certo depende de uma serie de fatores.

Isto tudo é igual a enfileirar dominós, se um cai todos os outros desabam.

Manter uma mente aberta com sede e entusiasmo contínuos por novas ferramentas e habilidades de aprendizado não apenas ajudará a evitar a estagnação, mas também renovará nossa paixão diariamente.

Falhar em qualquer coisa nunca foi e nunca vai ser legal, mais acontece é parte da vida, e é importante parar a apreciar o valor que as falhas podem trazer para sua vida.

E para te ajudar a dormir mais tranquilo hoje vou listar 6 erros muito comuns que até mesmo os fotógrafos profissionais cometem.

6 erros muito comuns que até mesmo os fotógrafos profissionais cometem

6 erros muito comuns que até mesmo os fotógrafos profissionais cometem

1 Não se arriscar

Por padrão, nossa natureza humana se encolhe com o simples pensamento de sair de nossa zona de conforto. 

Somos seres medrosos, nós tendemos a sempre gravitar em direção ao que é seguro e fácil de controlar.

No entanto, a arte em geral requer sempre experimentação e isto tem sempre um grau de risco agregado.

Este risco pode ter os mais variados formatos e motivos, e bem provável que apenas passando por ele você vai evoluir.

Isto acontece nos mais variados ramos da arte, da musica até a fotografia.

Falando exclusivamente das arte digitais, a fotografia inclusa, não existe muitas desvantagens em se experimentar.

Não estou falando apenas de rolar no chão procurando novos pontos de vista com sua câmera também estou falando de procurar novas formas e fazer as coisas.

Ou mesmo procurar novos locais e coisas para fotografar. Tudo isto tem um risco incluso!

Mesmo que o resultado não agrade a maioria você vai aprender durante o processo, e isto não tem preço.

Muitas vezes você fica travado no mesmo esquema de trabalho e esquece que existe um mundo lá fora que evolui numa velocidade quase incompreensivo.

Se colocar a prova é a melhor escola, e você só vai fazer isto caso esteja disposto a correr alguns riscos.

Um dos grande erros de muitos fotógrafos profissionais e não se arriscar de vez em quando e tentar criar algo novo e surpreendente.

2 Dizer sim pra tudo

Sempre que queremos muito que algo aconteça somos tentados a dizer sim para tudo que nos é apresentado, isto piora quando falamos de uma carreira.6 erros muito comuns que até mesmo os fotógrafos profissionais cometem

Tentamos sempre agradar a todos ou mostrar que dominamos muitas coisas, e acabamos nos colocando em situações desnecessárias e desagradáveis.

Muitos fotógrafos mesmo profissionais se colocam em situações ruins porque tentar sempre agradar a todos e dizer “sim” para qualquer proposta.

Dizer sim para tudo e todas nunca é melhor reposta por inúmeros motivos.

Sempre irá aparecer pessoas que querem te “ajudar” e colocam a seu cargo algum serviço ou projeto que a primeira vista parece ser legal, mas que na verdade era um bomba.

A primeira coisa que você deve fazer é analisar se isto contribui para sua carreira de alguma forma.

Se as perspectivas forem mais positivas é claro que você deve dizer “sim”. Porém caso você não se sinta confortável, por qualquer motivo diga “não”.

Muitas vezes o não pode te levar a lugares muito melhores e maiores. Ele irá estabelecer uma relação muito mais saudável entre as partes envolvidas.

Dizer “não” é a melhor maneira de estabelecer limites e oferecer um trabalho de alta qualidade para as duas partes.

Ao definir as expectativas certas, podemos evitar situações indesejadas e criar uma experiências positivas onde todos os envolvidos vão aproveitar muito mais os resultados.

3 Oversharing

Hoje na era digital temos um rolo de filme infinito, ou pelo menos quase, e isto pode nos criar  alguns problemas.

Com todas as estas possibilidades diante da gente tendemos a achar que todas as fotos que fazemos são ótimas  e devem ser compartilhadas.

E ai mora um erro comuns até mesmo os fotógrafos profissionais cometem, o oversharing, ou compartilhar demais.

Digo isto porque nem todo trabalho que você faz é digno de estar no seu portfólio, você deveria ter em seu portfólio oficial apenas seus melhores momentos.

Se você usa o Instagram como portfólio oficial coloque apenas seus melhores trabalhos, se você tem um site próprio faça a mesma coisa.

Não coloque em seu perfil trabalhos, ou fotos, que não acrescentam nada a sua carreira, postar simplesmente por postar é inútil.

Caso você ainda queira compartilhar este material que não cabe em seu portfólio oficial crie um novo perfil, ou pagina, e o coloque como experimentos ou projetos pessoais.

Oferecer inúmeras opções apenas diluirá a qualidade o seu trabalho e mostrará que ele não tem tanta personalidade assim.

4 Ficar desatualizado

Manter um site, blog ou feed do Instagram atualizado e relevante e é a maneira mais importante de aumentar o tráfego e promover o envolvimento com o cliente.6 erros muito comuns que até mesmo os fotógrafos profissionais cometem

Conteúdo obsoleto ou datado dará a impressão de que o negócio não está mais em operação, e este pode ser um erro muito grande.

Sempre existe alguma mudança que você pode fazer em seu site, para ficar em sintonia com as novas tecnologias.

O conteúdo do site e do blog deve ser promovido e editado em uma base regular. É claro que você não precisa mudar tudo todo mês, mas também não pode ficar parado. 

Se você tem um blog, mante-lo atualizado é sua obrigação mesmo que sejam um post por mês, você deve faze-lo.

O mesmo vale para as redes sócias, se você não se manter ativo seu perfil vai cair em um limbo e será esquecido.

Não se manter atualizado é um erro grave e muitos fotógrafos profissionais o cometem todos os dias.

Se você não tem tempo para fazer todas esta administração contrate alguém que possa te ajudar.

5 Falhar na Rede

6 erros muito comuns que até mesmo os fotógrafos profissionais cometem

Como você provavelmente já sabe, um negócio frutífero em fotografia consistirá em aproximadamente 20% de fotografia e 80% de marketing, como em qualquer área. 

Saber se vender é componente essencial para este ramo, e para isto você vai ter que usar as ferramentas que temos em mãos.

Não usar as ferramentas disponíveis para criar novas conexões com as pessoas de mesmo interesse é um erro em qualquer ramo, e na fotografia ele é maior ainda.

Se você vai muito a eventos procure conhecer os outros profissionais, se você costuma ir a workshops mantenha algum contato com as pessoas que estiveram lá com você.

Hoje contamos com um numero de mídias sócias que apenas cresce e usar este tipo de ferramenta para criar novos laços é importante.

Não importa se o relacionamento é digital ou real, manter um bom circulo de pessoas em volta de você vai ajudar a dividir muita coisa boa.

6 Pensar que equipamento é o mais importante

Apenas pensar em equipamentos -  G.A.S

As mais recente “revoluções” tecnologia podem ser irresistíveis, sim todos sofremos m pouco com G.A.S (Gear acquisition Syndrome).

Como não se deixar levar pela ideia de que mais novo é melhor, de que mais caro é melhor, de que só com os lançamentos podem melhorar suas fotos né.

Pois é, não é assim não, acumular equipamento só vai te tirar o foco do que realmente importa, sua fotografia.

Ter menos equipamentos vai fazer com que você tenha que resolver as situações de forma mais criativa, e por consequência vai aprender mais.

Claro que haverá momentos em que novos equipamentos serão necessários, isto é indiscutível, mas definitivamente não será no mesmo ritmo em que eles são lançados.

Compre apenas o que você tem motivo para usar hoje, e se desfaça de tudo aquilo que não adiciona nada você ou seu trabalho hoje.

Pensar que tudo pode ser resolvido com equipamentos é um dos erros muito comuns que até mesmo os fotógrafos profissionais cometem, alias nem só profissionais.

Use o equipamento que você tem a sua disposição e sempre procure o melhor que puder com o que você tem em mãos.

Extras – Erros técnicos que todo fotógrafo comete

Acima temos vários erros muito comuns até mesmo os fotógrafos profissionais cometem mas nenhum deles podem ser considerado um erro técnico, então aqui vão alguns erros técnicos.

Karatê (Carate) - erro técnico

Não ter cartões de memória suficientes

Não ter cartões de memória suficiente para a sessão de fotografia é um erro gravíssimo, você sempre precisa estar preparado para qualquer eventualidade..

Os cartões de memória falham, se perdem, enchem rápido e tudo isto é motivo para sempre ter mais deles com você.

Onde já se viu um fotógrafo ir fotografar sem um rolo de filme?

Não ter um padrão de trabalho na pós produção

O processo de pós começa quando você chega no escritório / estúdio. E ai qual é a primeira coisa que você deve fazer?

A ) Sentar e relaxar? (Afinal o trampo ta pronto né!).

B ) Comer algo e ver Netflix? (Afinal você também é um ser vivo e merece!).

C ) Ir ver o Insta? ( Porque que ficar conectado é muito mais importante).

D ) NDA (Nenhuma das anteriores).

Muita gente vai escolher uma das 3 primeiras alternativas, e isto é um grande erro.

A primeira coisa que você deve fazer quando chegar ao escritório é transferir os arquivos da câmera para o computador, simples assim.

Não corra o risco de esquecer, ou de ter algum problema com sua câmera, não deixe pra depois ou para amanhã.

Muita coisa pode dar errado entre uma etapa e outra e fazendo isto você evita correr o risco dos arquivos se perderem por qualquer motivo.

Transfira os arquivos no momento em que chegar no seu escritório mesmo que isto signifique não dar oi para ninguém e ir direto para o computador.

Não fotografar o suficiente

As vezes você esta tão seguro do seu trabalho que faz que você acha que apenas uma foto é o suficiente, e as vezes é mesmo.

Porém não vai te custar nada se você tomar mais 90 segundos para fazer mais duas ou três variações da mesma foto.

Isto pode significar ter uma foto absurdamente melhor para trabalhar, ou pelo menos ter mais opções para mostrar a seu cliente.

Escolher as fotos direto na câmera

Ai você esta no Uber voltando para casa, e pensa; – Vou adiantar o trabalho e já escolher as fotos aqui na câmera mesmo. 

Por mais esperto que isto possa parecer nunca tome esta atitude.

Escolher as fotos direto na câmera usando a telinha pequena que você tem disponível e apagando o que você acha que esta ruim é um erro.

As telas de todas as câmeras não são feitas para ter este tipo de referência, no máximo você tem um pequena ideia de como sua foto é.

Apagar as fotos direto na câmera significa perder aquela foto para sempre, não dando a mínima chance para ela.

Hoje é possível fazer verdadeiros milagres com muitos programas então não cometa este erro técnico e só apague a foto depois de ter certeza de que ela é inútil.

Fechando

Muitos fotógrafos experientes já admitiram ter cometido alguns dos erros acima, e isto pode te ajudar em sua caminha fotográfica.

Quando um erro acontecer, podemos optar por passar por ele e fazer melhorias para a próxima vez, simples assim.

A autocrítica é uma habilidade importante para todos os tipos criativos adotarem afinal nós simplesmente não sabemos tudo!