Foi-se o tempo em que fotógrafos ficavam loucos com os novos lançamentos de câmeras DSLR, hoje o negocio é carregar menos peso e por isto esta aqui um artigo que pode te ajudar nesta tarefa, 10 melhores câmeras mirrorless de 2016.

E também não é pra menos quem tem uma DSLR hoje sabe o quanto pesa, nas costas e no bolso, carregar todas aquelas lente e corpo de câmera pra cima e para baixo.

Com o avanço das tecnologias nos vemos em um cenário onde muitos, mas muitos mesmo, fotógrafos estão preferindo mudar de plataforma e dedicar seus gastos exclusivamente em caretas mirrorless e lentes para o sistema.

E hoje, final de ano, a única coisa melhor que saber quais câmeras mirrorless foram as melhores em 2016 é poder comprar uma, e por que não, algumas delas. 

10 melhores câmeras mirrorless de 2016

1. Fuji X-T2

10 melhores cameras mirrorless de 2016

Uma câmera impressionante perfeita para entusiastas de fotografia

Tamanho do sensor: APS-C 
Resolução: 24.3MP
Visor: EVF
Monitor: display de 3 polegadas com inclinação e 1.040.000 pontos
Taxa máxima de disparo contínuo: 8fps
Vídeos: 4K
Nível do Usuário: Expert . Para quem tem uma Fuji para o X-T1 pode parecer semelhante à primeira vista, mas houve grandes melhorias e talvez o maior de todos é o autofoco.

Esta câmera aqui teve um grande avanço em relação ao sistema encontrado na X-T1, o autofoco para cenas em movimento é muito mais ágil, e o nível de personalização é impressionante.

Adicione a esta receita os 8 quadros por segundo, 8 Fps, um display com inclinação, e uma EVF mais brilhante e ela se torna uma câmera de muito respeito.

Nesta edição  Fuji traz um excelente sensor APS-C de 24.3MP, o Trans III, e todos os controles importantes com aceso direto no corpo da câmera fazem dele uma ótima opção para todos os níveis de fotografia.

+ Ótimo manuseio
+ Autofoco muito rápido
–  Sem tela touchscreen
–  Sem muitas novidades

 

2. Olympus OM-D E-M10 II

10 melhores cameras mirrorless de 2016

O brilhante E-M10 II carrapatos caixas você provavelmente nem sabia sobre

Tamanho do sensor: Micro Four Thirds (Micro 3/4) 
Resolução: 16.1MP 
Visor: EVF 
Monitor: display de inclinação de 3.0 polegadas, 1.037.000 pontos 
Taxa máxima de disparo contínuo: 8,5 fps 
Filmes: 1080p  
Nível de Usuário: Iniciante / Intermediário

A versão anterior da E-M10 ficou famosa por conta de seu tamanho bem reduzido, versatilidade e preço muito atrativo.

O sistema de estabilização de 3 eixos da versão I desta câmera foi atualizado agora na versão II par um sistema com 5 eixos de estabilização.

Um ponto importante que também recebeu um belo tratamento foi a resolução do EVF, que praticamente duplicada, e a quantidade de disparos por segundo recebeu um singelo update, antes eram 8Fps e hoje são 8,5Fps.

Muito irão critica o formato do sensor, Micro four thirds, que é quase metade do tamanho de um sensor APS-C, mais isto faz com que a câmera, e as lentes, possam ter tamanha bem reduzido.

Ela é pequena, mas definitivamente não é nenhum brinquedo. A E-M10 II é uma arma muito poderosa.

+ Ótimo viewfinder
+ Compacta , inclusive as lentes
–  Sensor menor do que as maiores concorrentes do mercado
– Preço um pouco maior que sua antecessora (US$ 650,00)

3. Sony Alpha A7R II

10 melhores cameras mirrorless de 2016

Sony, mais alta resolução full-framer está chagando

Tamanho do sensor: Full-frame 
Resolução: 42.4MP 
Visor: EVF 
Monitor: display com inclinação e tamanha de 3 polegadas, 1,228,800 pontos 
Taxa máxima de disparo contínuo: 5fps 
Filmes: 4K 
Nível do Usuário: Expert

Apesar de ser pequena, e até passar meio que despercebida, em meio a outra CSCs do mercado, a série Alpha 7 da Sony conta com um sensor full-frame.

Isto na pratica significa que seu sensor tem o mesmo tamanho que um filme de 35mm, o que é um boa noticia para qualidade da imagem e para o controle da profundidade de campo.

 

O A7R II provou ser especialmente popular porque tem uma contagem de pixel de 42.2MP, assim que gera imagens enormes que têm toneladas de detalhes, e o ruído é controlado bem.

Junte tudo isto com a capacidade dela de captar filmes em 4K e outros recursos de nível profissional e terá um monstrinho nas mãos.

Pra fechar o pacote, ela conta com um excelente sistema de estabilização e tecnologias Wi-fi e NFC embutidas na própria câmera.

+ Grande qualidade de imagem
+ EVF de nível superior
– Precisa de um melhor sistema de autofoco
– O display não vira para todos os lados

4. Fuji X-T10

10 melhores cameras mirrorless de 2016

O X-T10 torna acessível o incrível sistema X-mount da Fuji

Capacidade do sensor: APS-C 
Resolução: 16.3MP  
Visor: EVF 
Monitor: display de 3 poles com inclinação, 920,800 pontos 
Taxa máxima de disparo contínuo: 8fps 
Filmes: 1080p
Nível de Usuário: Iniciante / Intermediário

Se o papai Noel não tão generoso no orçamento, então você pode dar uma bela olhada neste criança aqui a Fuji X-T10.

Compartilhando muitos dos recursos presentes na X-T1 e o estilo DSLR retro dela fazem dela uma ótima opção pro seu bolso e para suas fotos.

Conta com uma ótima qualidade de imagem e modos de simulação de filme, coisa que a Fuji faz muito bem.

Nele não estão presentes recursos com resistência a interpretes, e o EVF é bem menor do que de sua irmã mais rica.

A lente que vem no kit é uma 16-50mm muito boa por sinal, e caso queira pode substituir por uma 18-55mm com mais alguns trocados.

E como já sabido, a Fuji tem uma gama enorme de lentes, tanto as prime quanto as zoom.

 

Isso não é esquecer a gama crescente de Fuji de lentes premium, prime e zoom.

5. Panasonic Lumix G80 / G85

10 melhores cameras mirrorless de 2016

Grandes recursos espremidos em um corpo pequeno

Tamanho do sensor: Micro Four Third 
Resolução: 16MP 
Visor: EVF
Monitor: Visor de 3.0 polegadas, 1.040.000 pontos 

Taxa máxima de disparo contínuo: 9fps 
Resolução de vídeo máxima: 4K
Nível de Usuário: Iniciante / Intermediário

Embora não seja muito perfeita, a G80 (G85 nos EUA) trás um belo conjunto de recursos e desempenho o que a torna um opção muito atraente no mundo das câmeras mirrorless.

Com um sistema de autofoco muito bom, mesmo quando esta fotografando assuntos em movimento, e um sistema de estabilização primoroso tornam esta criança uma seria concorrente.

A qualidade de imagem é boa, e seu filtro highpass faz um diferença positiva nas fotos de um forma geral.

 

Contando com um bom EVF e um bom visor em LCD a G80 e uma boa quantidade de lentes disponíveis esta criança pode te conquistar.

+ Visor touchscreen
+ Ótimo video, principalmente em 4K
–  Apenas 16MP
– Interface poderia ser melhor

6. Fuji X-Pro2

10 melhores cameras mirrorless de 2016

Estilo clássico abriga uma pilha de recursos destinados ao fotógrafo entusiasta

Capacidade do sensor: APS-C 
Resolução: 24.3MP 
Visor: EVF & óptico 
Monitor: display de 3,0 polegadas, 1,620,000 pontos 
Taxa máxima de disparo contínuo: 8fps 
Resolução de vídeo máxima: 1080p 
Nível do Usuário: Expert

A X-pro2 foi projetada para aquele fotografo que gostas de câmeras pequenas, mas sem perder a qualidade.

Usando um sensor de 24.6MP, o mesmo sensor da Fuji X-T2, mas com um autofoco não tão eficiente assim, fazem dela uma capaz de agradar a quase todos.

A Xpro-2 conta com um sistema EVF exclusivo, o Advanced Multi Viewfinder, que é um visor viewfinder padrão das câmeras mirrorless da marca, mas também conta com um visor ótico tipo rangefinder.

Tem um preço um pouco salgado, US$1600,00, mas você será bem recompensado na hora de carregar ela pra cima e pra baixo alem da experiência de fotografar atreves do rangefinder, o que pode ser bem divertido.

+ Bonita
+ Viewfinder muito inteligente
– Display fixo
– Preço

7. Sony Alpha A6300

10 melhores cameras mirrorless de 2016

Esqueça todas as preocupações sobre o foco lento com este pequeno belezinha

Capacidade do sensor: APS-C 
Resolução: 24.2MP  
Visor: EVF 
Monitor: tela com 3 polegadas e com inclinação, 921,600 pontos 
Taxa máxima de disparo contínuo: 11fps 
Filmes: 4K 
Nível de Usuário: Iniciante / Intermediário

Se você ainda esta procurando uma câmera pequena, mas que trabalhe igual a gente grande, talvez aqui esteja a solução.

A A6300 parece ser a resposta da Sony aos sistemas de autofoco das câmeras DLSR, ditos sempre como mais rápidos e superiores, o sistema de autofoco desta criança aqui é impressionante.

Apesar do sensor APS-C ser um pouco pequeno para alguns fotógrafos, ele sempre será a escolha mais lógica em uma câmera que tem que ter tamanho reduzido. E nesta câmera ele faz um belo trabalho.

Ela inda conta com tecnologias NFC e Wi-Fi onde você pode compartilhar as fotos direto da câmera para seu celular por exemplo.

+ Sistema de auto foco
+ Ótimo viewfinder
– Tela sem touchscreen
– Tela não virá para todos os lados

8. Olympus Pen-F

10 melhores cameras mirrorless de 2016

Elegante estilo retro em parceria com uma série de recursos criativos

Tamanho do sensor: Micro four thirds 
Resolução: 20MP 
Visor: EVF 
Monitor: display touchscreen de 3,0 polegadas, inclinação variável, 1,037,000 pontos |
Taxa máxima de disparo contínuo: 10fps 
Filmes: 1080p 
Nível de usuário: Intermediário / especialista

Seguindo o design clássico das Pen-f da década de 60,e este é o máximo de proximidade que eles tem em comum fora o fato de serem câmeras fotográficas.

 

Contando com um belo sensor MFT de 20MP e indo no caminho diferente das antecessoras da série Pen, que não tinha viewfinder, a versão Pen-F conta com um belo EVF integrado.

O sistema de estabilização também foi remodelado e agora conta com 5 eixos de estabilização para combater qualquer tremida na câmera.

Oferece um ótima quantidade de recursos e personalizações alem de contar com conectividade Wi-Fi.

+ Ótimo visor
+ Design e qualidade de construção
– Cara
– Botão são pequenos

9. Panasonic Lumix GX80 / GX85

10 melhores cameras mirrorless de 2016

Um GX8 despojado, mas é tudo melhor para ele

Tamanho do sensor: Micro four thirds 
Resolução: 16MP 
Visor: EVF 
Monitor: touchscreen com 3 polegadas, 1,040,000 pontos 
Taxa máxima de disparo contínuo: 8fps 
Resolução de vídeo máxima: 4K
Nível de Usuário: Iniciante / Intermediário

A GX80 da Panasonic é uma aposta da marca, que se a linha da já conhecida GX8, só que com muitas melhorias.

Trouxe um EVF fico com resolução bem melhorada, mais um sensor com mais resolução poderia ser adicionado, hoje conta com 16MP e o filtro AA foi removida pra ter uma melhoria na qualidade de imagem.

Agora a GX80 também pode filmar em 4K, e com capacita de captar imagem de 8MP a partir das imagens gravadas.

O manuseio é meio problemático, mas com um autofoco rápido, um corpo compacto e um boa combinação de lentes junto com uma bela capacidade de filmes em 4K fazem você esquecer um pouco que a câmera é ruim de usar.

+ Ótimos recursos pelo preço 
+ Autofoco consistente
– Ergonomia poderia ser bem melhor
– Não usa o sensor mais recente 

10. Sony Alpha A7 II

10 melhores cameras mirrorless de 2016

Uma maneira mais acessível para ir full-frame com um sistema de câmera mirrorless

Tamanho do sensor: Full-frame 
Resolução: 24.3MP 
Visor: EVF 
Monitor: tela de 3 polegadas com inclinação, 1,228,800 pontos 
Taxa máxima de disparo contínuo: 5fps 
Filmes: 1080p 
Nível de usuário: Intermediário / especialista

Mesmo não tendo a mesma resolução que sua irmã mais cara, a Sony A7RII, a A7II não faz feio quando o assunto é profundidade de campo.

Isto por conta também do sensor full-frame, o que te trará muito alegria na hora de destacar o assunto e borrar o fundo ao mesmo tempo.

Como já era de se esperar esta geração erda muitos dos recursos aplicados nas irmã mais caras, como corpo em magnésio  por exemplo.

Tudo isto junto com o sistema de autofoco de 5 eixos das com que este seja mais uma grande concorrente aqui.

+ Ótima qualidade de image
+ Sensor full-frame por um ótimo preço
– Precisa de autofoco melhor
– Gasta muita bateria 

E você qual você acha que é a melhor câmera mirrorless de 2016? Deixe sua sugestão ai nos comentários.

Gostou do artigo considere compartilhar em sua redes sociais e ajude o blog!

Assine nossa newsletter
Junte-se a milhares de assinantes e receba todas as atualizações em sua caixa de e-mail.
Não se preocupe, nós também odiamos spam.