Para ajudar a completar o conhecimento sobre luz natural hoje falaremos sobre a direção da luz.

Então se você não viu os artigos anteriores sugiro que comece por aqui:

Luz natural: Qualidade da luz

Luz natural: Entendendo a cor da luz

Entendendo a direção da luz

Entendendo a direção da luz
Neste terceira parte você irá aprender

  • Como controlar a direção da luz natural
  • Entender como a direção da luz pode afetar suas fotos
  • Como manipular a cor da luz para criar profundidade
  • Como usar rebatedores

Trabalhando com Luz natural

Muitas pessoas acreditam que trabalhar com iluminação artificial é a melhor solução de todas, sempre usando a premissa de que podem controlar totalmente o comportamento da luz.

Quanto você trabalha com luz natural, iluminação natural, sua capacidade de controlar a iluminação é bem limitada, e isto verdade.

Porém não é impossível criar boas imagens com iluminação natural ou até mesmo usando um pouco de cada, natural e artificial.

E para que isto aconteça é necessário um bom planejamento para suas fotos com luz natural.

Luz frontal

Luz frontal, ou iluminação frontal, refere-se a luz que vem diretamente na frente do que você esta fotografando, ou seja a fonte da luz esta atrás do fotografo.

Neste tipo de iluminação temos que tomar cuidado para não superexpor o assunto que esta sendo fotografado, e também tomar cuidado com a quantidade de detalhes que queremos.

Uma boa opção para controlar este tipo de iluminação é usar alguma espécie de rebatedor, como na imagem abaixo onde foi usada uma parede que refletia bem a luz no rosto da modelo.

Luz Natural: Direção da Luz

Prós: iluminação frontal normalmente irá iluminar a face do objecto de maneira uniforme, sem sombras.

Ele vai criar um olhar estético e equilibrada, razão pela qual esta configuração é muito popular na fotografia de moda.

Contras: A falta de sombras que este tipo de iluminação produz criar pouca profundidade e pouco drama na imagem.

Iluminação 45 graus

Como o nome sugere, este refere-se a uma situação em que a luz vem em um ângulo de 45 graus.

Este é um sistema de iluminação muito popular em fotografia, principalmente para que faz retratos, e por muitos vezes é chamada de iluminação Rembrandt.

Ele pode ser facilmente alcançável com luz lateral vindo de um sol nascente ou poente, ou posicionando seu modelo em um ângulo de 45 graus para uma janela.

Luz Natural: Direção da Luz

Prós: Nesta configuração de iluminação, você vai notar como a luz ilumina o rosto de seu assunto de forma gradual.

Criando também uma sombra gradual, e com isto dando volume e profundidade a foto. Essa é a razão desta configuração ser tão atraente aos olhos da maioria dos espectadores.

Contras: O efeito dramático criado pelas sombras pode não ser adequado em algumas fotos de forma a não contar um historia visual.

Iluminação 90 graus

Como o nome sugere, este tipo de iluminação refere-se a uma situação em que a luz vem de um ângulo de 90 graus a partir do objeto a ser fotografado.

Ela pode ser obtida com luz lateral vindo de um sol nascente ou com uma configuração de posicionando onde o objeto fica em um ângulo de 90 graus para uma janela, por exemplo.

Luz Natural: Direção da Luz

Luz Natural: Direção da Luz

Prós: efeito extremamente dramático, que é quase impossível de ser ignorado.

Contras: Por se tratar de um esquema de iluminação bem dramático, temos que tomar cuidado extra em relação ao que esta sendo fotografo, pois as vezes a cena pode se tornar assustadora.

Tudo depende, é claro, sobre o que você quer evocar em sua história visual.

Backlighting

Isso se refere a uma situação onde a luz vem de trás do objeto, e você, fotografo, esta de frente para a fonte de luz.

Luz Natural: Direção da Luz

Prós: Backlight irá criar destaques nos contornos do seu assunto, e ao contrário com iluminação frontal, isso irá criar uma sensação de profundidade, e uma separação clara entre o objeto e o fundo.

Neste tipo de esquema de iluminação temos que tomar cuidado com a quantidade de luz que teremos disponível. Muitas vezes temos luz demais o que pode atrapalhar a exposição correta da foto.

Este é o lugar onde a mudança do modo automático pode ser útil.

Enquanto a superexposição pode ser boa para a criação de um fundo mais amplo a subexposição normalmente irá resultar em uma silhueta agradável (como acima)

Contras: Como mencionado, este é um pouco mais avançado para lidar com este tipo de iluminação, mas novamente, uma grande oportunidade para alguma fotografia criativa.

Iluminação superior

Isso se refere a uma situação onde a luz vem diretamente acima da cabeça, como durante o meio-dia.

Luz Natural: Direção da Luz

Prós: o melhor exemplo visual para este tipo de iluminação é uma sala de interrogatório, será um tipo de iluminação muito bacana para criar drama e alguma sensação de suspense na imagem.

A luz que vem de cima irá resultar em sombras profundas no rosto do seu assunto, fazendo com que a testa projete sombra sobre os olhos e que o nariz projete sobra sobre o queixo.

Premiado com o Oscar de diretor de fotografia Gordon Hugh Willis, fez um trabalho inovador no filme de Francis Ford Coppola, The Godfather, com a combinação de subexposição e posicionamento da fonte de iluminação acima rostos dos atores.

Ele conseguiu suportar a sensação escura e misteriosa deste filme, com o público era incapaz de ver a maioria dos olhos durante todo o filme.

Contras: Se usado corretamente este tipo de iluminação pode ser um divisor de águas em suas fotografias.

Caso contrário, parecerá que seu modelo irá ter responder algumas perguntas

Controlando a luz natural

Básico: para fazer boas fotografias com luz natural uma coisa que você não pode nunca deixar de lado é o planejamento.

Escolha sempre o momento certo para e o local certo para fazer suas fotos, pois o sol não vai te esperar.

Não se esqueça que você também mudar seu assunto de posição de forma a controlar a quantidade de luz natural.

Avançado: Você pode controlar a luz natural quase como controlar a iluminação artificial, com a ajuda de refletores, rebatedores ou bandeiras.

Refletores, ou rebatedores são utilizados para rebater a luz no rosto do sujeito.

w1000-h1000-Hmax1000-capa-produto-410-1

Por exemplo, se você está lidando com a luz que vem de cima, você pode superar o problema de olhos escuros, iluminando-los usando um rebatedor.

Também pode iluminar o lado escuro da cara, se necessário, no caso dos esquemas de iluminação a partir de um ângulo de 45 ou 90 graus.

Luz Natural: Direção da Luz

Luz Natural: Direção da LuzVocê pode ver o reflexo do rebatedor usado para rebater a luz de volta para o rosto deste homem.

Uma bandeira é geralmente um pedaço de tecido preto que pode ser usado para bloquear a luz indesejada e criar sombras (sombras significar uma sensação de profundidade) no rosto do sujeito.

Luz Natural: Direção da Luz

Para usar uma bandeira corretamente, você vai precisar de alguém ou algo que pode segurá-lá.

Trabalhando desta forma você terá controle sobre a luz natural em sua fotografias e irá conseguir chegar em ótimos resultados!

Assine nossa newsletter
Junte-se a milhares de assinantes e receba todas as atualizações em sua caixa de e-mail.
Não se preocupe, nós também odiamos spam.