Luminar 4.3 – A mudança está chegando

Skylum Luminar 4.3 – The change is coming
Última atualização:

Olá pessoal, para o artigo desta semana, falaremos sobre o recém-atualizado Skylum Luminar 4.3. Mas não é só isso. Também mostrarei as atualizações mais recentes desde a versão 3 e como essas atualizações podem mudar a maneira como editamos nossas imagens a partir de agora.

Luminar 4.3 – A mudança está chegando

Desde a primeira versão do Skylum Luminar 4.3 o software mudou drasticamente, de uma maneira boa, novas ferramentas foram adicionadas, as ferramentas antigas foram retiradas, mas o mais importante foi que o aplicativo evoluiu, não apenas no visual e na interface do usuário, mas também na usabilidade e novas idéias.

Se você segue o registro, provavelmente já ouviu falar do Luminar, eu fiz vídeos e postagens sobre ele, e na maioria das vezes o trabalho era bem feito mas sempre senti que o programa poderia ser melhor. E estas melhorias chegaram muito forte com a versão 4.3.

Coisas como velocidade, suporte a alguns arquivos RAW , suporte a perfis de câmera e a grande biblioteca de imagens foram adicionadas até chegarmos à versão 4.3. Devo dizer que o Luminar ainda não é perfeito, mas está evoluindo muito rápido, e a melhor parte é que a empresa nunca deixou de nos ouvir, o usuário, e implementar algumas de nossas sugestões, o futuro desse software pode ser brilhante se eles continuarem soltando boas atualizações como esta.

Skylum Luminar Última atualização

O Luminar 4.3 está repleto de coisas novas por baixo do capô e algumas novas adições, como uma maneira esperada de procurar suas fotos, o que agora pode ser feito com a nova ferramenta de pesquisa na parte superior do programa.

Embaixo o capô é onde a mágica real aconteceu, temos uma grande evolução no lado do desempenho, que era uma das minhas maiores reclamações desde a versão 3, agora isto  aprimora em áreas como o fluxo de trabalho dos filtros, implementações e visualizações de presets, suporte a novas câmeras e assim por diante, se você quiser ver a lista completa das melhorias, consulte a postagem do blog Skylum Luminar .

Usando o Skylum Luminar pela primeira vez

Se você decidir ir para esta nova caminho e escolher Lunimar como seu novo DAM (Digital Assets Management) O Skylum Luminar como software de edição, você precisará saber algumas coisas antes de começar. Vindo da escola do Lightroom, você provavelmente se sentirá um pouco perdido por causa da simplicidade do Luminar 4.

Para criar um catálogo ou se deseja editar apenas uma foto o Luminar tem estas opção, o que é legal para quem usa outros softwares para gerenciar suas bibliotecas, como o Photo Mechanic mas se você quiser, pode criar uma biblioteca de imagens dentro do Luminar 4 e usá-la como DAM, lembre-se de que, se estiver acostumado com as ferramentas do Lightroom para facilitar sua gestão de arquivos, descobrirá que neste momento o Luminar não tem todas as ferramentas que dispomos dentro do Lightroom.

Digamos que você começará a usar a Biblioteca do Luminar. A primeira coisa que o software solicitará quando você abrir o programa  é criar um novo catálogo, basta escolher um nome e um local onde o seu catálogo será salvo e pronto. Depois disso, você estará pronto para começar a importar todas as suas fotos dentro do Luminar e pronto para editá-las.

Basta clicar no sinal + e escolher sua pasta ou pastas de fotos e aguardar até que o Luminar importe sua localização e crie as visualizações da imagem.

Depois de todo esse processo, você pode começar a selecionar suas imagens, criando qualificações de estrelas, bandeiras ou etiquetas, super fácil. Clique com o botão direito na imagem e escolha sua opção preferida ou use os atalhos.

Uma coisa triste que sempre sinto falta no Skylum Luminar 4 é a capacidade de pesquisar fotos por palavras-chave ou metadados, mas talvez esta seja uma implantação no futuro do programa. Outras opções, como criar coleções, que no Luminar 4 são os Álbuns, que são bastante úteis ​​e fáceis de criar, assim podemos elevar o jogo da organização a um bom nível.

Basta selecionar todas as fotos que deseja fazer parte dos mesmos álbuns, clicar com o botão direito do mouse e escolher criar um novo e um novo álbum, dê um nome e ele aparecerá no painel direito, muito fácil de usar. Depois de criar seu sistema de bibliotecas, você pode começar a se divertir com todas as possibilidades de edição que o Skylum Luminar 4.3 traz.

Editando com o Skylum Luminar 4.3

Vá para a guia Editar e comece a se divertir, se você estiver aqui pela primeira vez, verá que o Luminar é muito diferente do Lightroom. E isso é uma coisa boa, porque fará com que você pense de maneira diferente para editar suas imagens., Mas assim que começar a editar suas fotos, seu fluxo de trabalho se desenvolverá muito parecido com o Lightroom, apenas o nome dos filtros e das guias que serão diferentecomparado com o Lightroom. 

Vou começar com a seção mais útil para mim, a edição de retratos, nesta parte do programa é onde passo a maior parte do tempo. Mesmo que o Luminar seja reconhecido pela maioria dos fotógrafos como um ótimo software para quem gosta de fotografia de paisagem, acho que esse aplicativo pode fazer muito mais pelos retratos com menos cliques em comparação com o Lightroom ou mesmo com o Photoshop.

Você pode usar a guia Essencials para ajustar itens como exposição, balanço de branco, sombras e realces e assim por diante. Nesta guia, também podemos alterar o perfil da câmera para controlar a aparência geral da imagem.

É possível escolher um perfil de câmera diferente que não seja inserido nas configurações da câmera, o que é realmente útil para quem tenta obter visuais diferentes para suas fotos. Na guia Essencials, você também pode usar curvas, AI Enhancer, cores, conversão em preto e branco, denoise e Vinheta. Apenas usando esta guia, você pode editar completamente suas fotos.

Eu uso ela para criar uma edição de base para o meus trabalhos. Tente experimentar primeiro com todos o controles, acho que eles têm muito mais alcance em comparação com o Lightroom, por isso é fácil passar do ponto.

Depois disso, se estiver trabalhando em um retrato, costumo ir para a guia Retrato e fazer alguns retoques e outros ajustes. O módulo retrato é o terceiro, de cima para baixo, nas sessões de módulos de edição e conta com mais de um filtro para edição de suas fotos, mas os mais impressionantes deles são os que usam o IA para editar as fotos.

Ao acessar o AI Portrait Enhancer, você verá muitas coisas que podem transformar suas fotos. Você pode ajustar com apenas um controle muitas partes complicadas de suas edições.

Controles dedicados para aprimorar a cor e o contraste dos olhos, remover as olheiras, melhorar as sobrancelhas e todo tipo de coisa. É tudo muito fácil e auto-explicativo.

Você também pode usar a máscara para limitar esse ajuste somente às partes da foto onde elas são necessárias, pode usar um pincel, um filtro de gradiente ou uma máscara de luminosidade para criar suas máscaras.

Na captura de tela abaixo, podemos ver como apenas alguns controles deslizantes podem alterar suas fotos de uma maneira super simples e se você se acostumar você nunca voltará a outro software de edição. Meu controle deslizante preferido nesta seção é o Eye Enhancer, o contraste e os detalhes de cor são mágicos, e você não precisa criar uma máscara para isso, a IA cuidar disso para você.

Antes
Depois

Para retratos, também temos mais 2 ferramentas incríveis a AI skin Enhancer e uma ferramenta Dodge and Burn. O primeiro usa a IA para identificar áreas da pele que precisam ser tratadas e usa de maneira inteligente com a criação de uma camada de separação de frequências para preservar a textura das áreas que precisam ser tratadas, e mano isto faz um ótimo trabalho, essa é a maneira mais fácil de fazer esse tipo de tratamento, trabalho fácil e simples.

Apenas dois slider e boom! Trabalho feito. Se você vai conseguir um novo nível de retoque de pele, também poderá usar as ferramentas de clone ou carimbo presentes na guia Canvas, segundo ícone no canto superior direito, para refinar o tratamento das suas imagens,

A ferramenta Dodge e Burn é super útil, e você pode controlar a quantidade do efeito na foto com apenas um controle, depois de pintar localmente as áreas que deseja que elas afetem.

Normalmente, aqui você realiza todas as edições de retoque e ajuste básicos da sua foto, em alguns casos a imagem está pronta aqui apenas aguardando a exportação. Mas se você quiser ir um pouco mais longe, pode usar a guia Creative e testar sua criatividade.

Nesta guia, temos várias opções para obter uma imagem mais estilizada. Alguns deles funcionam muito bem em retratos, outros destinam-se a outros tipos de fotografia.

Para retratos, minha seção preferida da guia Creative é o Color Styles, onde você pode escolher LUTs (look up tables) para fazer grandes alterações na cor de suas imagens com apenas um arquivo de referência, fácil. 

Mesmo que o Skylum tenha colocado algums LUTs disponíveis no Luminar 4.3, você também pode escolher seus proprios LUTs e fazer tais edições. Dessa forma, você pode alterar todo o humor da imagem sem precisar alterar cor por cor da imagem.

A outras opções na guia Creative são muito úteis para editar fotografias de paisagens ou outro tipo de fotografia de cenário.

Quando a imagem estiver pronta, é hora de exportá-la e isto é realmente simples usando o Luminar, basta clicar no botão Export na barra superior e escolher o nome do arquivo, localização do mesmo, tamanho e pronto. Você também pode usar a integração com serviços de terceiros como SmugMug ou 500px e exportar as imagens diretamente para esses serviços. Você pode seguir o caminho normal e exportar suas imagens para o disco rígido. 

Sinto falta da opção de exportar os arquivos como .DNG, mas acho que, como o Luminar processa as imagens de forma diferente, esse é um recurso que não verei tão cedo, mas a exportação TIF ou PSD já me resolvem sem problemas.

Usando o Skylum Luminar com o Lightroom.

Embora você possa confiar apenas no Luminar para editar suas fotos, é bom saber que temos uma ótima integração entre o Lightroom / Photoshop e o Luminar. Se, por algum motivo, você estiver preso no fluxo de trabalho do Lightroom, ainda poderá tirar o máximo proveito de todo oceano de opções do Luminar. Ao instalar o Luminar em sua máquina, marque as opções para instalar o Luminar como um plug-in para o produto Adobe e você estará pronto.

Podemos acessar o Luminar via Lightroom da mesma maneira que chamamos o Photoshop para trabalhar em paralelo com o Lightroom.

Apenas clique direito sobre a imagem dentro do módulo Revelação no Lightroom e escolha Edit in e depois que Luminar 4. Pronto. 

O Luminar abrirá uma cópia (.TIF) da sua imagem com todas as suas edições feitas até o momento, e esse arquivo ficará no mesmo diretório em que está o arquivo original. Uma vez dentro do Luminar, o céu é o limite. Você pode tirar o máximo proveito e fazer toda a edição no Luminar ou fazer um ping e pong entre o Lightroom e o Luminar para editar suas imagens da forma pretendia.

Vou dar um exemplo. Veja como é fácil substituir o céu das suas fotos usando o AI Sky Replacement no Luminar. Com apenas alguns cliques, você pode transformar uma foto com um céu chato em uma foto com lindas nuvens ou pôr do sol.

Basicamente tudo que você precisa fazer é escolher qual céu e colocar em sua imagem. Isso pode ser feito usando o menu Sky Selection e escolher uma das opções que acompanham o Luminar ou você pode escolher uma de suas próprias imagens. Você pode até comprar alguns céus no mercado Skylum.

A melhor parte aqui é que a IA faz quase tudo por você e, se você precisar fazer ajustes finos, é totalmente possível usando os controles deslizantes. A AI ainda ajusta a iluminação da cena para misturar o novo céu com a cena já existente de uma forma mais realista, Legal ou não e? 

Depois de concluir todas as edições no Luminar, clique em Aplicar no canto superior esquerdo e a imagem retornará ao Lightroom com todas as edições feitas, simples assim. E, se desejar, continue editando no Lightroom com seu o fluxo de trabalho normal.

E agora?

Devo dizer que esta é só a ponta do iceberg aqui, porque temos muito mais coisas dentro do Luminar. A melhor parte de toda essa história do Luminar vs Lightroom é que você pode comprar o Luminar e não apenas “alugá-lo”, como é o caso de todos os produtos da Adobe.

Na versão 4.3, vejo muitas melhorias dentro do Luminar e o futuro da edição de imagens de IA está sendo escrito por esses caras, provavelmente no futuro isto se tornará uma ferramenta valiosa para quem precisa editar toneladas de imagens todos os dias e não tem tempo para confiar apenas em presets do Lightroom.

Se você está curioso sobre o Skylum Luminar, pegue sua cópia aqui e comece esta revolução nas suas fotos, porque o futuro está aqui. Se você usar o código de desconto RIXMASCA, terá US $ 10,00 de desconto na compra.

Se vocês quiserem mais artigos sobre o que o Syklum Luminar 4.3 pode fazer, deixe aqui nos comentários e terei prazer em escrever sobre isso!

Photographer

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.