Hoje vou falar um pouco de como você pode elevar o nível de suas fotos com ajustes locais no Lightroom,

Maneira muito eficiente de usar apenas o Adobe Lightroom  para criar edição fantásticas, sem precisar de outro app, ou plugins.

Eleve o nível com Ajustes Locais no Lightroom

Usando ajuste localizados no Lightroom você tem muito mais controle sobre como edita suas fotos.

Não apenas coisas simples como um filtro gradiente, mas também chegando a coisas mais complexas como tratamento de pele, remoção de marcar e também clonar objetos.

Quase todas ferramentas de ajuste locais no Lightroom contam com opções muito parecidas com os controles do Nível básico de ajuste.

Apenas um dos ajustes localizados do Lightroom nunca teve utilidade para mim, mas isto não quer dizer que você não possa fazer bom uso dele.

Todos os ajustes locais no Lightroom trabalham com sistemas de mascará, isto significa que você não precisa se preocupar em danificar suas fotos, pois isto não acontece.

Com sistema de mascaras, você pode de forma bem simples mudar qualquer aspecto do ajuste caso não goste do resultado.

Vamos lá dissecar cada um dos ajustes locais.

Spot healing e Clone Stamp

Na seção de ferramentas de ajustes locais no Lightroom o Spot healing /  Clone stamp é a segunda delas, ao lado da ferramenta de recorte.

Muito útil quando você precisa remover sujeiras da pela mancha, espinhas ou até mesmo alguma sujeira presente no sensor de sua câmera.

Considero esta ferramenta de uso indispensável no dia-dia, pois com ela você consegue chegar em uma imagem com muito melhor.

Ela conta com recursos bem simples, apenas o tamanho, size,  do pincel que será usado, opacidade, opacity, e o controle suavizar, feather.

A utilização desta ferramenta de ajuste local é muito simples, escolha a ferramenta, clique no que você quer que desapareça, e pronto.

Antes da ferramenta Spot Healing

Depois da ferramenta Spot Healing

Você pode inclusive escolhe o local onde será usado com amostra para corrigir a região desejada.

Com a ferramenta clone stamp funciona exatamente do mesmo jeito.

Particularmente prefiro usar o Photoshop quanto preciso clonar muita coisa, é muito mais rápido do que no Lightroom.

Na barra inferior da foto, quando a ferramenta healing esta ativa existe um recurso muito interessante.

Quando este recurso esta ativa ativo melhora sua visualização de pontos de sujeira, muito útil para que esta com o sensor da camera sujo.

Sua imagem ficará assim e os pontos muito claros podem possivelmente ser pontos de sujeira e precisam ser limpos!

Filtro Gradiente

Talvez esta seja a ferramenta mais usada no Lightroom, pois seus recursos são ótimos.

Ela conta com todos os recursos no nível básico de edição do Lightroom, como temperatura, exposição contraste entre outros.

Com esta ferramenta você pode manipular a iluminação da foto de uma forma muito bacana.

Assim que usar a ferramenta de gradiente você terá uma visão mais ou menos igual a da foto acima.

A ares em vermelho, seguindo as linhas diagonais, são as áreas que serão afetadas pelo filtro.

Nesta área você pode manipular qualquer aspecto da edição usados os controles do filtro, opções nunca faltam!

Caso você não queira que o gradiente afete alguma região da foto onde ele esta aplicado, basta usar a borracha, disponível nos ajustes, e apagar as áreas desejadas.

Para tal basta clicar em pincel e depois em borracha.

Repare que agora o rosto da modelo não é afetado pelo filtro gradiente, e assim consigo trabalhar meu ajuste local no Lightroom com muito mais precisão.

Filtro Radial

Muito parecido com o filtro gradiente o filtro radial trabalha da mesma forma e com as mesmas opções.

A maior diferença dele é que ao invés de usar um gradiente reto, ele trabalha de forma radial ou oval.

Ferramenta extremamente útil quando você quer mudar um ponte de luz, ou adicionar um.

Podendo trabalhar com ajuste tanto internos, dentro do circulo, quanto externos, fora do circulo as opções de manipulação são muito grandes com esta ferramenta.

Com o filtro radial é possível usar a borracha para ajustar ainda mais a ação do ajuste, só usar o mesmo procedimento do Filtro gradiente.

Pincel

Não subestime o valor de um bom pincel, e o pincel do Lightroom é seu canivete suíço.

O pincel do Lightroom, assim como todos os outros ajustes locais, trabalha com mascaras, então não se preocupe, não gostou é só deletar e começar de novo.

Tanto o pincel quanto os outros ajustes locais podem ser usados quantas vezes você quiser. Como se estivesse trabalhando com camadas do Photoshop.

Além de te permitir muito mais controle sobre a área que será alterada, o pincel também te permite trabalhar de forma mais artística.

Os recursos presentes são os mesmo dos dois filtros anteriores, inclusive a borracha.

Redução de olhos vermelhos

Pra ser bem sincero nunca precisei usar esta ferramenta, mais o procedimento é bem simples.

Se você tiver uma foto, seja de animal ou de gente, que tenha aquele reflexo estranho no olho, basta clicar aqui selecionar a área que será afetada, e o Lightroom toma conta do resto.

Muito simples é fácil.

Recapitulando

Ajustes locais no Lightroom: 

  • Spot healing / Clone  – remover manchas e sujeiras
  • Filtro Gradiente – Mudar iluminação, textura, cor de uma área. Forma linear
  • Radial Gradiente – Mudar iluminação, textura, cor de uma área. Forma circular
  • Pincel – Mudar iluminação, textura, cor de uma área. Forma circular, muito mais controle
  • Remoção de olhos vermelhos –  o próprio nome já diz o que faz.

E estes são os ajustes locais no Lightroom, agora e sentar ai e por em pratica. Garanto que suas fotos vão ficar muito melhores depois de usar estas ferramentas.

Não esqueça de ver tudo isto em ação no vídeo abaixo.

Qualquer duvida ou sugestão deixa ai na seção de comentários.

 

Assine nossa newsletter
Junte-se a milhares de assinantes e receba todas as atualizações em sua caixa de e-mail.
Não se preocupe, nós também odiamos spam.