Um por do sol glorioso vai sempre atrair uma multidão de fotógrafos. No entanto, o momento em que o sol se põe por trás do horizonte, parece que todos desanimam e saem correndo.

O que eles não percebem é como excepcional a cena pode se tornar no crepúsculo e no início da noite. As horas seguintes ao pôr do sol são realmente ideais para fotos de paisagem.

Mas é claro que para isto você precisa de um pouco mais de conhecimento para executar tal trabalho.

Com estas 6 dicas é possível tornar a tão esperada golden hour mais longa e transformar isto em um trabalho impressionante.

Dicas para fotos noturnas

dicas para fotos noturnas

1 – Cuidado com a composição

É fácil de ser hipnotizado pelas cores fortes do crepúsculo. No entanto o fotógrafo que trabalha para adicionar mais interesse visual acabará por criar uma imagem melhor.

Cerca de meia hora antes de o sol se por começa a procurar assuntos de primeiro plano para ancorar sua composição, flores, pedras arvores são sempre bem vindas nesta hora.

A ideia é adicionar o interesse visual todo o caminho através do quadro, você explorar várias opções, certifique-se de experimentar diferentes perspectivas incluindo a vista do chão.

Valera cada segundo compor com antecedência e esperar o melhor momento da luz para fotografar.

dicas para fotos noturnas

2 – Use o  Live View

Ao invés de ficar brigando com o foco automático mude para o live view e foco manual ele será de grande valia em ambientes com pouca iluminação.

Ao mudar para foco manual e ampliando a cena no LCD você tem a capacidade de usar o máximo de cuidado em um micro-foco sobre o que é importante em sua cena.

Com um aumento de 5x a 10x você tem que confiar bastante em sua visão.

Lembre-se a vista ampliada em seu LCD não é representativa da distância focal real. Ao pressionar o botão do obturador toda a cena será capturada em detalhes nítidos.

Com este nível de precisão acho que esse recurso ideal para a fotografia com pouca luz e para fotos noturnas.

dicas para fotos noturnas

3) Sem tripé? Sem problema

É verdade que um bom tripé é o melhor amigo de um fotógrafo de paisagem, especialmente em situações de quase escuridão.

No entanto, existem ocasiões em que definitivamente levar um não é possível. Com um pouco de criatividade, você ainda pode criar um fotografias nítidas. A chave é ajustar a câmera para que tenha um delay de 1 ou mais segundos no temporizador.

Componha sua foto com a câmera descansando sobre uma pedra ou um saco e pressione o disparador. O temporizador fará a contagem regressiva durante alguns segundos. Este é o tempo suficiente para eliminar qualquer vibração da câmara antes de disparar.

Usando essa técnica, você ainda pode usar velocidades do obturador muito longas, mesmo sem um tripé.

dicas para fotos noturnas

 

4) Segurança em primeiro lugar

Quando você sai para fotos noturnas todos os botões da câmera se tornar  bem difíceis de ver, e por isto uma pequena lanterna será de grande valia para este momento.

Ela também pode vir a calhar se você estiver embrenhado em uma trilha ou em lugares com muitas pedras.

Sempre leve com você uma lanterna de fácil manuseio e fácil de guardas. Apesar de ser um item opcional nunca subestime sua lanterna, pois um dia ela vai te salvar.

dicas para fotos noturnas

5 – Esfrie o Balanço de Branco

Durante o dia é bem comum todos escolherem presets de balanço de branco mais quentes. Para fotos noturnas, no entanto isto fará com que a imagem parece superexposta e o que melhor atenda situações com pouco luz é um balanço de branco mais frio.

Isto te proporcionará uma imagem um pouco mais real e se você fotografou em Raw lhe permitirá fazer qualquer ajuste necessário na pós produção.

dicas para fotos noturnas

 

6 – Se mantenha relativamente longe

Fotografia da noite ira te oferecer algumas oportunidades espetaculares, especialmente quando temos a lua está cheia, e isto pode verificar isso com antecedência usando aplicativos no seu smartphone.

Nestas condições de pouca luz, você terá que tomar algumas medidas especiais para obter a captura mais equilibrada.

Em primeiro lugar um tripé sólido é essencial para evitar a vibração da câmera, caso não esteja com o seu use algum apoio. Nas montanhas os ventos podem ser fortes, por isto optar por um tripé com pernas firmes é essencial

Mesmo com a luz da lua será necessário usar uma velocidade de obturador mais lenta, entre 10 a 15 segundos.

Comece com os seguintes ajuste: ISO 400, Abertura em F /4 e uns 15 segundos no obturador. Depois vá ajustando até conseguir a exposição desejada.

dicas para fotos noturnas

 

Assine nossa newsletter
Junte-se a milhares de assinantes e receba todas as atualizações em sua caixa de e-mail.
Não se preocupe, nós também odiamos spam.